sábado, 14 de julho de 2012

Lembro me daquele sábado inteiro que fiquei a chorar!..
Das madrugadas que passei acordada a pensar... Os dias que eu só queria que o meu telefone tocasse.. O sábado passou, os primeiros raios de sol bateram à minha janela, e o meu telefone não tocou. Só eu sei o que senti nessa altura, do que me privei e o pior, sei que algo lá dentro mudou. Jurei a mim mesma que certas coisas jamais me fariam sofrer, mas sei que não adianta se não sei como os outros dias vão ser. Quantas vezes eu já me fechei em mim mesma... Quantas outras vezes acreditei... Quantas me decepcionei... Nada disso adiantou, enquanto houver resquícios de ressentimentos realmente nada vai acontecer. Nada poderei fazer enquanto o passado estiver presente... Parei de me fechar, desacreditar quando me decepcionar. Tudo isso irá existir sempre, mas apenas e só me caberá a mim saber lidar contigo, não com os outros. Não vale a pena ficar a lamentar causas já perdidas, ou a me questionar porque certas coisas não deram certo, certas coisas são necessárias para que se possa aprender. Enquanto eu não me der a outra oportunidade, não aparecerão oportunidades. Não farei mais de um sábado toda a minha vida, nem de madrugadas as minhas lembranças, de telefonemas minhas expectativas. Não deixarei as decepções me façam parar, mas farei de mim o maior motivo para continuar!!!
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...